Cantores gospel são acusados de rombo milionário com esquema de pirâmide

O casal está respondendo pela acusação de estelionato

Rio de Janeiro, 11 de maio de 2022 – Cantores gospel são acusados de rombo milionário com esquema de pirâmide. Nesta sexta-feira, 6 de maio de 2022, o casal David Robson de Barros de 33 anos e Isabela Cristi Gomes Barros de 28 anos, foi preso em Lagoa Santa, na Grande BH, pois estão sendo investigados por estelionato, devido à acusação de praticar esquema de pirâmide financeira, uma prática proibida no Brasil.

Cantores gospel são acusados de rombo milionário com esquema de pirâmide

Segundo a reportagem do programa do apresentador Siqueira Campos da Rede Tv, o casal gostava de ostentar uma vida utilizando o dinheiro dos investimentos que seus clientes faziam em sua empresa.

Leia a seguir: padre atropela um homem e depois foge sem prestar socorro

Cantores gospel foram presos acusados de esquema de pirâmide - Imagem Instagram
Cantores gospel foram presos acusados de esquema de pirâmide e rombo de milhares de reais- Imagem Instagram

Na hora da prisão o casal fez como refém a filha de apenas três meses de idade, fato ocorrido para evitar que fossem presos pelos policiais. Para efetuar a prisão os policiais arrombaram a porta do apartamento do casal. Sendo neste momento que conforme os polícias ali presentes relataram que o David Robson e a Isabela, utilizaram a filha como escudo humano.

A acusação que causou a ação se deve ao fato ocorrido, em março do ano passado. Época em que o casal de cantores gospel foi acusado de sumir com valores milionários deixando 300 pessoas sem o dinheiro que haviam investido.

Nas redes sociais eles demonstravam vários vídeos e fotos de uma vida milionária, vivida em viagens ao redor do mundo. Desse modo David e Isabela chegaram a ir em lugares como Dubai, pirâmides do Egito, Ilhas Maldivas e muitos outros lugares luxuosos.

Em seu esquema a promessa do casal, para que as pessoas investissem em sua empresa era de que após cerca de 40 dias o lucro do investimento seria de 100%. Ademais para outras pessoas a promessa de retorno era ainda maior entre 200, 300 e 400% de lucro.

O advogado do casal se pronunciou negando que seus clientes tenham cometido este crime. Em áudio a Isabela disse que antigos funcionários foram os culpados de deixar a empresa com um rombo financeiro.

Por fim também de acordo com Isabela o casal está sendo vítima de chantagens, ameaças e de uma campanha de difamação. David explicou aos policiais que seu sustento se deve a uma renda mensal de 150.000 mil reais.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceitar Leia Mais